Revista Leituras Cristãs

Conteúdo cristão para edificação

Tentativa de Fuga – O custo da desobediência

“E veio a palavra do Senhora Jonas, filho de Amitai, dizendo: Levanta-te, vai à grande cidade de Nínive, e clama contra ela, porque a sua malícia subiu até à minha presença. Porém, Jonas se levantou para fugir da presença do Senhor para Társis. E descendo a Jope, achou um navio que ia para Társis; pagou, pois, a sua passagem, e desceu para dentro dele, para ir com eles para Társis, para longe da presença do Senhor. Mas o Senhor mandou ao mar um grande vento, e fez-se no mar uma forte tempestade, e o navio estava a ponto de quebrar-se. Então temeram os marinheiros, e clamavam cada um ao seu deus, e lançaram ao mar as cargas, que estavam no navio, para o aliviarem do seu peso; Jonas, porém, desceu ao porão do navio, e, tendo-se deitado, dormia um profundo sono”

(Jonas 1:1-5).

A história de Jonas com certeza foi alvo de mais zombaria que outras histórias do Antigo Testamento. Como poderia um homem ser engolido por um peixe e permanecer vivo? Até mesmo alguns crentes tem dificuldade para “engolir” esta história, e por isso a chamaram de parábola do Antigo Testamento. Não! O livro de Jonas é a descrição histórica de um verdadeiro homem que viveu no século VIII a.C. (cf. 2 Reis 14:25).
Nosso Senhor Jesus não tinha dúvidas com respeito a Jonas e sua experiência traumática. Na realidade, Ele usou este fato para predizer e ilustrar a Sua morte e ressurreição, que estavam prestes a acontecer (Mateus 12:38-41).
Podemos aprender bastante da vida de Jonas. Deus colocou a história deste profeta na Bíblia de modo que os crentes, também no século XXI, possam aprender o que Deus espera deles. Jonas era um servo de Deus, mas ele não obedeceu à ordem do Senhore fugiu para Társis, em vez de ir pregar em Nínive. Em Sua misericórdia, Deus se inclinou e trouxe Jonas de volta, para onde devia estar, mas foi necessário um forte abalo na vida do profeta (leia todo o livro de Jonas).
Todas as experiências que Jonas fez, eram o preço de sua desobediência. Como servos do Senhor Jesus Cristo precisamos obedecer à Sua Palavra. Se nós não obedecermos, haverá custos. Sim, Deus sempre Se inclinará para nós em amor e nos perdoará totalmente, mas os pecados sempre têm suas consequências, inclusive se foram perdoados.
Uma parte do custo é a separação.
Quando Jonas se levantou em desobediência, para fugir, era uma fuga “da presença do Senhor” (Jonas 1:3). Claro que Jonas não podia fugir literalmente de Deus, mas houve uma separação no que diz respeito à sua comunhão com Deus.
Desobediência tem como consequência a interrupção da comunhão com Deus.

  • A desobediência é o motivo que, às vezes, parece que o Senhor está tão distante da tua vida?
  • Como está o relacionamento na família? (cf. Efésios 5:22; 6:4)
  • Como é conosco quando se trata de nos perdoar mutuamente? (Colossenses 3:12,13)
  • Quando se trata da questão de amizade com o mundo, como agimos? (Tiago 4:4)

O Senhor Jesus disse:

“Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda esse é o que me ama; e aquele que me ama será amado de meu Pai, e eu o amarei, e me manifestarei a ele” (João 14:21).

Obediência é o segredo de uma comunhão íntima com o nosso Senhor.
O preço da desobediência também inclui o risco de naufrágio.
O navio em que Jonas viajava ameaçou quebrar-se (Jonas 1:4).
O crente desobediente corre o risco de tornar toda a sua vida de serviço cristão infrutífero.
Repare que foi o Senhor quem mandou um forte vento sobre o mar, de modo que ocorreu uma forte tempestade. Deus não tinha o propósito de destruir Jonas. Foi juízo! Deus agia, para trazer Jonas de volta.
Se nós não obedecemos ao Senhor, Ele pode permitir que nossa vida quebre, para que voltemos para Ele. Hebreus 12:6 diz que o Senhor corrige aqueles que Ele ama. Pode ocorrer uma “grande tempestade” antes que a nossa obstinação acabe, mas se permanecermos na nossa desobediência, nos recusando a nos humilhar, nossa vida de serviço pode sofrer um naufrágio.
Outro custo da desobediência vemos no versículo 5. A vida de outros correu risco por causa da desobediência de Jonas.
Perguntemo-nos:

  • Quantas vezes a vida de outros sofreu influência negativa por causa da minha desobediência?
  • Meu colega de quarto ainda não é cristão porque minha vida de obediência está em contradição à minha pregação?
  • As relações em minha família estão destruídas porque eu me nego a me submeter à ordem de Deus para a vida familiar?

Finalmente, uma das consequências da desobediência é o sono.
No versículo 5 lemos que Jonas “desceu ao porão do navio, e, tendo-se deitado, dormia um profundo sono”. Que imagem de um cristão desobediente! Ele está insensível e indiferente às disposições do Senhor. Neste meio tempo, os marinheiros lutam pela própria vida. Jonas tem a resposta, mas dorme profundamente! Assim como Jonas, temos a resposta sobre a luta dos homens, mas, como ele, somos muitas vezes indiferentes. As pessoas à nossa volta estão com medo e gritam, cada um para o seu deus. Eles buscam desesperados por sentido, finalidade e direção na vida. Visto superficialmente, todos são “marinheiros experientes”, mas não conhecem as respostas certas. Nós temos a resposta certa, mas continuamos dormindo! Que situação séria e lamentável quando retemos a resposta por indiferença! Este estado de coração insensível em nós é a consequência da desobediência ao Senhor.A perda de sensibilidade é uma parte do custo da desobediência.
O preço da desobediência é alto.
Às vezes não é fácil seguir a Palavra do Senhor e obedecer, mas o quanto melhor é sofrer pela obediência do que pela desobediência (cf. 1 Coríntios 11:31, 32).
Se você está sendo desobediente ao Senhor em alguma área da tua vida, arrependa-se e confesse o teu pecado agora. Nosso Pai sempre nos perdoará e restaurará, como fez com Jonas. Permanecer em desobediência é um erro grave para um cristão.
Jonas “pagou, pois, a sua passagem” por sua desobediência, e isto todo cristão desobediente terá de fazer.

D. R. R.
    • Luiz Francisco
    • 13 de setembro de 2018
    Responder

    Que maravilha de devocional me edificou muito.Gloria a Deus pela vida de vocês que o Senhor os abençoe mais e mais

      • Bernd
      • 19 de setembro de 2018
      Responder

      Obrigado irmão. Que o Senhor abençoe você também. Você já viu o nosso congresso editorial sobre os eventos apocalípticos? Aproveite a oportunidade em loja.boasemente.com.br

Leave a Comment